Com apresentações ao ar livre, Virada SP altera rotina de ruas e praças de São José dos Campos

As atrações gratuitas da Virada SP em São José dos Campos não se concentraram apenas em teatros, museus, cinemas e nos palcos montados no parque Vicentina Aranha e na Fundação Cassiano Ricardo, parceira na execução da ação cultural na cidade.

Banda Estrambelhados de São Luiz do Paraitinga

Cortejos e encenações ao ar livre, em ruas, mercados e praças, levaram outros ares à rotina de quem caminhava pelo local. E era pouco provável que os transeuntes passassem sem dar uma espiadinha na atração. Foi o que ocorreu na entrada do Shopping Centro, na região central de São José dos Campos, com os cortejos de Sax in the Beats, Cumbia Calavera e Charanga do França.

Inicialmente previstos para a Praça Afonso Pena, os cortejos foram transferidos para o local em função da chuva na noite do dia 30 de novembro. Nada que abalasse a continuidade da programação e a disposição dos artistas e do público.

Irreverência performática, música latina e marchinhas de carnaval

Por volta das 19h, quem foi ao shopping para comprar um lanche no fast-food da entrada do estabelecimento encontrou muito mais do que hambúrgueres. Na calçada, uma dupla de instrumentistas metade humano, metade animal chamava a atenção para a sonoridade e performance do Panda Sax e do Cavalo Beats.

Se a apresentação não tinha voz, não faltaram passinhos irreverentes e hits divertidos para agitar a “pista de dança”. Com uma fantasia de cabeça de urso panda, o saxofonista exibiu suas habilidades com o “moonwalk”, famoso passo de dança eternizado por Michael Jackson, antes de tocar “Beat It”, um dos maiores sucessos do Rei do Pop.

Na bateria, o músico com cabeça de cavalo marcava as notas de “Whisky a go-go”, canção do grupo Roupa Nova, enquanto o público caprichava no refrão: “Eu perguntava ‘do you wanna dance? Eu te abraçava ‘do you wanna dance?/ Lembrar você, um sonho a mais não faz mal”.

Em seguida, o mesmo espaço foi tomado por ritmos latinos no cortejo do Cumbia Calavera. Com integrantes oriundos de diversos países, o grupo se apresenta caracterizado por uma maquiagem típica da Fiesta de los Muertos. A pintura imitando caveiras no rosto dos músicos, aos moldes da tradicional festa mexicana, era complementada por flores de plástico coloridas e até luzes de led.  

Pessoas de diferentes perfis e faixas etárias logo se aglomeraram por ali para ouvir – e dançar! – as releituras instrumentais de cumbias. Todo mundo entrou na dança: pais acompanhados de seus filhos, casais, adolescentes e adultos, sozinhos ou em grupo.

A diversão não poderia terminar de uma forma melhor: a noite seguiu até perto da madrugada com o cortejo do bloco A Espetacular Charanga do França, que levou as marchinhas e o ritmo de folia momesca para São José dos Campos. Desde sua estreia, no carnaval de 2013, tendo à frente o músico Thiago França, o bloco arrasta foliões pelas ruas do bairro de Santa Cecília, na região central da capital de São Paulo.

Já de manhã, quem passou pelo Museu de Arte Sacra ou pelo Mercado Municipal, pode assistir ao cortejo da banda Estrambelhados de São Luiz do Paraitinga, que alegrou o trajeto com marchinhas carnavalescas. Experiente, o grupo vem divertindo todos os tipos de público há mais de 15 anos, com o objetivo de fazer com que o gênero seja contemplado em espaços diversos e ao longo do ano todo. Para São José dos Campos, a ideia de celebrar o carnaval em pleno mês de novembro não foi nada mau.

Também pela manhã, adultos e crianças que estavam no entorno da Casa de Cultura Flávio de puderam assistir à performance da Sanfonástica Mulher Lona. Vestida de picadeiro e acompanhada de sua inseparável sanfona, a artista Lívia Mattos levou seu concerto-instalação, inspirado em temas do universo do circo, para o público da cidade que passava pelo local.

Cia Piafraus Foto: Joca Duarte

Quem foi ao parque Vicentina Aranha na manhã de domingo em busca de contato com a natureza deu de cara com uma girafa, um tamanduá e codornas gigantes. Os seis infláveis que imitavam espécies animais arrastaram pais e filhos pelo agradável parque, acompanhados de uma banda, no “Cortejo dos Bichos”, da Cia Piafraus, que levou a magia dos bonecos e de suas canções à Virada Paulista de São José dos Campos.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *